sábado, 4 de novembro de 2017

Pai é quem cria!


Fui convidada para palestrar hoje cedo para adolescentes em uma escola muito distante de minha casa.

Eu tenho uma importante festa de família para ir hoje. Mas não abri mão.
Pedi para que minha palestra fosse no primeiro horário: 8h da manhã.

Bem... Para conseguir chegar neste horário, eu precisaria acordar às 5h, para dar tempo de aprontar e estar na estação do metrô às 6h30.

Ok, faz parte.

Mas o que não posso esquecer é que tenho 2 crianças para cuidar. E sair de casa às 6h15 da manhã para trabalhar significa ter de deixá-las com algum responsável.

Eu me lembro bem da época em que eu me sentia como a única responsável por minha filha e ainda agradecia por ter um esposo que me ajudava. Naquela época eu JAMAIS teria aceitado este convite de trabalho.

Hoje, já sem peso algum em deixar meus filhos em casa, cá estou eu escrevendo este texto, do lado de dentro do metrô, enquanto lá em casa meu filho é cuidado pelo pai.

Fico muito feliz porque, unidos, eu e meu esposo descobrimos a beleza em realmente criar os filhos juntos!

Ambos usufruímos dos benefícios desta mudança.

Ambos tivemos de rever vários conceitos para chegar ate aqui.

Mas estou no metrô, querendo me concentrar para a palestra que vou dar daqui a pouco.

Acho que vou deixar para discorrer sobre como se deu esta mudança no próximo texto.

Por hora, divido aqui apenas a minha felicidade de sair para trabalhar SEM CULPA e feliz por sentir que tenho a liberdade de construir minha carreira profissional com a segurança de que meus filhos estão com os pais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram

Postagens mais visitadas